Granola – Aliada ou Inimiga da Balança?

25 Jul

Criada a mais de 100 anos a granola é uma excelente fonte de fibras, proteínas, vitaminas e minerais. Mas cuidado! Nem todas as granolas que encontramos no mercado possuem estes benefícios. Para agradar o paladar de todos, a industria acrescentou alguns ingredientes que não são tão benéficos assim. Para saber se a sua granola possui um bom valor nutricional você deve observar qual a ordem que estes nutrientes aparecem, lembre-se que os ingredientes aparecem por ordem de quantidade.

Separei os ingredientes por cores, para poder identificá-los de forma mais fácil:

Primeiro ingrediente (azul): cereais como aveia, trigo, centeio, cevada, amaranto, quinua ou um mix destes ingredientes,

Segundo ingrediente (verde): grãos como castanhas (cajú, pará, nozes, amendoa, avelã, etc), semente de linhaça, girassol, gergelim, ou um mix destes ingredientes, 

Terceiro ingrediente (roxo): frutas secas ou liofilizadas ou desidratadas

Quarto e quinto nutriente (laranja): açúcar e gordura, o açúcar pode ser na forma de: mel, melado de cana, açúcar (cristal ou mascavo ou demerara) e a gordura normalmente é na forma de óleo. Tente optar por granolas que não apresente mais de um tipo de açúcar ou gordura.

O problema que encontro nas granolas industrializadas é que o segundo ingrediente costuma ser algum tipo de açúcar, ou seja, a segunda fonte de carboidrato da granola não são os cereais e sim os açúcares, com isso a granola apresenta um alto valor de carboidrato, com baixo teor de fibras. O ideal é que os ingredientes apareçam na seguinte ordem: Cereais (aveia, trigo, centeio, cevada, quinua, amaranto, malte, milho), Castanhas (castanha de cajú, castanha do Brasil ou pará, nozes, amêndoa, avelã, pistache, macadâmia) e Sementes (gergelim, girassol, linhaça, abóbora), Frutas secas ou liofilizadas ou desidratadas ou em forma de purê (por exemplo: maçã, banana, coco, uva, entre outros), Açúcar (mascavo, cristal, demerara, mel, inulina), Óleo (oleo vegetal ou manteiga)

Quando olhamos os ingredientes e observamos a ordem, eles não estão na proporção correta como demonstro acima. Para entender melhor vamos comparar alguns rótulos de granolas comerciais?

Granola Tradicional: Aveia em flocos, mel, fibra e gérmen de trigo, açúcar mascavo, uva passa, flocos de cereais (trigo, arroz, aveia e milho), castanhas ( Cajú e Pará ), flocos de milho, óleo vegetal, maça desidratada, gergelim e malte de cereais.

Nesta granola nós podemos observar que eles utilizam dois tipos de açúcares e as sementes, que são excelentes fontes de proteína, estão em menor quantidade. Ao observar a informação nutricional da porção (40g – 1/2 xícara) temos 2g de proteína e 27g de carboidrato dos quais apenas 3g são fibras e 150 calorias.

Granola Caseira Tradicional: Aveia em flocos, açúcar mascavo, flocos de centeio, gordura de palma, flocos de trigo, coco ralado, fibra de trigo, extrato de malte, mel, purê de maçã, semente de linhaça, uva-passa, castanha de caju, flocos de arroz, castanha de Pará, coco em pedaços, farinha de castanha de caju, gergelim integral, aroma natural de baunilha 

Nesta granola observamos o mesmo problema, os açúcares vem em maior quantidade que as castanhas e sementes. Além disso adicionaram aroma (grifado em vermelho) para tentar melhorar o paladar, mas será que era preciso? Ao observar o valor nutricional da porção (40g) temos 3,9g de proteína e 28g de carboidrato dos quais apenas 3,4g são fibras e 192 calorias.

Granola 7 Grãos: flocos de aveia integral, açúcar invertido, açúcar, flocos finos de aveia integral, açúcar mascavo, uvas passas, crispies de arroz (farinha de arroz, farinha de milho enriquecida com ferro e ácido fólico, açúcar, maltodextrina, malte e sal), gordura vegetal de palma, inulina, extrato de malte, flocos de milho, enriquecidos com ferro e ácido fólico, iogurte em pó, cevada em flocos, gérmen de trigo, semente de linhaça, sal, quinoa em flocos, amaranto em flocos, aromatizantes e emulsificante lecitina de soja.

Nesta granola observamos o mesmo problema, os açúcares vem em maior quantidade que as castanhas e sementes. Além disso, grifado em vermelho, acrescentaram sal (o que aumenta o valor de sódio do produto), iogurte em pó (ou seja pessoas que são intolerantes ou alérgicas ao leite não podem consumir este produto), aromatizante e emulsificante (produtos químicos que ajudam a intoxicar nosso organismo). Ao observar o valor nutricional da porção (40g) temos 3,7g de proteína e 25g de carboidrato dos quais apenas 3,25g são fibras e 143 calorias.

 

Então muito cuidado ao comprar a sua granola, pois dependendo dos ingredientes que ela contém acaba sendo mais inimiga do que aliada da balança! Que tal fazer sua própria granola caseira? Assim não é preciso excluir este alimento do seu dia-a-dia.

 

 

Veja também:

13 Comentários em “Granola – Aliada ou Inimiga da Balança?”

  1. Dhiego December 27, 2012 at 6:59 am #

    Bom dia. Em Duque de Caxias existe um grupo de produz uma excelente granola, e são muito rigorosos no quesito saúde. Eles não usam nada de origem animal e são bem cuidadosos com os alimentos que comem. Eles usam o mínimo de alimentos industrializados, produzindo a maior parte daquilo que comem.
    O site deles é http://www.iestrj.org e o telefone é 21 30724346.
    Eles também ensinam como fazer a sua própria granola, o pão integral, e outros alimentos nutritivos e de baixa caloria.
    Eu só uso da granola que é produzida por eles, e posso comprovar que além de saborosa é muito nutritiva.
    Eles tem um pequeno espaço afim de receber pessoas que queiram perder peso, diminuir o diabete, o colesterol e outras enfermidades, usando apenas um estilo de vida saudável.
    Eles estão localizados no meio da natureza, um espetáculo de lugar, vale a pena conhecer.

  2. Verônica Laino January 2, 2013 at 5:48 pm #

    Olá Dhiego,
    Obrigada pela dica! Mas para quem infelizmente não mora na região de Duque de Caxias, segue aqui uma receita de granola caseira, que pode ser transformada em uma receita vegana, basta substituir o mel por agave ou melado de cana: Granola caseira
    Verônica Laino

  3. Luciane February 24, 2013 at 10:11 am #

    Boa tarde Veronica tudo bem?
    Eu faço granola em casa, porém estou tendo alguns pedidos do pessoal da academia e amigos.
    Eu preciso saber qual as calorias que possui a minha granola, não sei fazer este calculo.
    Será que tu podes me ajudar?
    Aguardo – te

  4. Verônica Laino February 26, 2013 at 8:27 am #

    Olá Luciane,
    Te enviei um email. Qualquer dúvida entre em contato.
    Atenciosamente,
    Verônica Laino

  5. maria January 17, 2014 at 6:35 am #

    Oi Verônica

    Eu faço minha granola caseira.
    Utilizo floco de aveia, farelo de trigo, sementes de linhaça e de sésamo, amendoa e avelã triturada, 2 colheres de mel diluidas em água e uma colher de sobremesa de óleo de amendoim e cerca de 6/7 alperces secos pequenos para dar mais sabor. Esta mistura dá para uma travessa de forno que dura imenso tempo.

    Você me poderia ajudar a saber se esta mistura é muito ou pouco calórica e se esta mistura é realmente benéfica?

    Muito obrigada

  6. Maria das Neves Duarte November 14, 2014 at 5:13 am #

    Olá Verônica!Tenho colesterol alto, gostaria de fazer a minha granola sem ingredientes que possam comprometer meu colesterol. Seria possível enviar-me pelo meu email uma receita? tenho comprado pronta, mas acho que é melhor eu mesma preparar.
    Atenciosamente agradeço comum abraço.

    Vila Velha, ES, 14/11/2014
    Maria das Neves Duarte

  7. Ana January 3, 2015 at 11:35 am #

    Marias da Neves,
    Se você está com o colesterol alto, a primeira coisa que deve fazer é reduzir consumir gorduras boas (azeite, peixes de água fria), proteínas de alta qualidade (legumes e grãos integrais) e fuja dos alimentos industrializados. Boa sorte e bom 2015 (cheio de saúde)”

  8. ana February 11, 2016 at 3:41 pm #

    Ola Veronika, como escolher granola praqueles que nao conseguem fazer em casa? descobri uma da marca jasmine, marrom que me parece a unica com sabor menos açucarado infelizmente todas as demais são muito doces! será que vc teria sugestoes de marcas para provar? obrigada!

  9. Roberto Fernandes August 25, 2017 at 4:44 pm #

    Outra dúvida que tenho. Sou diabetico e estou em dieta de carboidratos, wual granola devo consumir?

  10. Verônica Laino August 25, 2017 at 5:09 pm #

    Olá Roberto,
    Não entendi direito a sua frase: “estou em dieta de carboidratos”
    Se a diabetes estiver descontrolada (ou sendo controlada por um medicamento) a granola não é indicada. Ou consuma uma granola low carb.
    Se a sua diabetes estiver controlada somente com dieta e exercício, você pode consumir qualquer granola, desde que, siga as regras relatadas neste post 😉
    Um abraço,
    Verônica Laino

  11. Mauro Marzocchi October 12, 2017 at 2:20 pm #

    Boa tarde
    Das granola disponíveis nos mercados quais as mais e menos recomendadas??
    Costumo comprar mãe terra.
    Saber quais não são as ideais ajudaria bastante
    Agradeço

  12. Verônica Laino October 16, 2017 at 10:35 am #

    Olá Mauro!
    Neste post eu ensinei como ler o rótulo! Agora você deve ir no mercado e ler a lista de ingrediente! Assim consegue fazer sua listinha do que é bom ou ruim 😉
    Um abraço,
    Verônica Laino

Trackbacks and Pingbacks

  1. Granola Caseira | Nutrição, saúde e qualidade de vida - October 15, 2012

    […] Mas devemos tomar muito cuidado com as versões industrializadas, por isso o ideal é fazer a sua própria granola. Se você quiser saber um pouco mais sobre os maleficios das granolas industrializadas, confira o post: Granola – Inimiga ou Aliada à balança? […]

Deixe seu Comentário