Como incrementar uma Salada

12 Jan

TemperoSalada

Quando o assunto é salada muitos ficam perdidos sem saber o que realmente é salada e o que acrescentar para deixa-la mais atrativa! Se você ainda não leu, confira esta matéria que fiz sobre os 7 maiores vilões que adicionamos nas saladas, clique aqui para ler a matéria.

Bom em primeiro lugar vamos listar o que é considerado salada? Lembre-se que podem ser consumidos crus ou cozidos!

Verduras: Alface (lisa, roxa, crespa, americana), rúcula, radicchio, agrião, chicória, acelga, couve, almeirão e espinafre, escarola, repolho, etc.

Legumes: Abobora, abobrinha, berinjela, beterraba, brócolis, cenoura, chuchu, couve-flor, pepino, rabanete, tomate, vagem, jiló, quiabo, etc.

Como incrementar as saladas?

Ervas frescas e/ou secas

As ervas são uma excelente opção pois além de adicionar aromas elas não acrescentam calorias. Além disso, as ervas são fontes de nutrientes o que enriquece ainda mais a salada! Você pode picar a erva fresca e colocar por cima da salada, polvilhar as ervas secas ou ainda fazer um azeite aromatizado, basta colocar a erva de sua preferência dentro do vidro do azeite e aguardar pelo menos 3 dias antes de consumir, assim consegue aromatizar o azeite com a erva. Algumas ervas que utilizo em casa são: alecrim, orégano, magericão, salsinha, cebolinha, alho poró, alho desidratado, cebola desidratada, salvai, etc.

Cogumelos frescos

Os cogumelos são ótimas opções pois são ricos em fibra, possuem um pouco de proteína e são pobres em calorias. O ideal é comprar a versão fresca ou seca e cozinhar em casa. Se for comprar em conserva opte pelos que são conservados no azeite e evite os que são conservados na salmoura, como o champignhon industrializado. Os cogumelos mais comuns são: shitake, shimeji, castanho, portelo, porcini e ostra.

Frutas secas

As frutas secas são indicadas para quem gosta de temperos agridoce. Mas cuidado! Frutas são fontes de carboidrato, então tente não abusar na quantidade, ou evite consumir outro carboidrato na mesma refeição. Hoje temos uma quantidade muito variada, fique atento apenas que elas não devem ser cristalizadas e sim desidratadas! Algumas opções com baixo índice de carboidrato são: gojiberry, canberry, blueberry e maçã, outras opções com um teor maior de carboidrato são: manga, abacaxi, figo, mamão, uva passa, damasco, ameixa.

Oleaginosas – Castanhas

As oleaginosas são excelentes fontes de minerais e ômegas 3, 7 e 9, gorduras com caracter antiinflamatório que auxiliam na redução de gordura principalmente a abdominal! O ideal é compra-las cruas e torrar em casa, pois às vezes quando compramos já torrada ela pode estar na verdade frita na gordura vegetal hidrogenada! Então se estiver comprando à granel pergunte se é frita ou assada! Se não tiver certeza prefira a versão crua e torre no forno baixo (150C) por 15 minutos mexendo na metade do processo. São do grupo das oleaginosas: castanha do Brasil (também conhecida como castanha do Pará), castanha de cajú, nozes, amêndoa, avelã, macadâmia, pistache e amendoim.

Sementes

As sementes também são fontes de minerais e ômegas 3, 7 e 9, gorduras com caracter antiinflamatório que auxiliam na redução de gordura principalmente a abdominal! O ideal é compra-las sempre em grãos e triturar em casa somente o que for consumir na semana, pois se ficam por muito tempo triturada vão perdendo seus benefícios, principalmente dos ômegas. São do grupo das sementes: chia, linhaça, gergelim, girassol e abóbora.

Azeite

É rico em ômega-9 que também tem um caracter antiinflamatório e ajuda no combate da gordura abdominal. O ideal é compra-lo sempre na versão extra-virgem e preferêncialmente em embalagem de vidro escura. Cuidado apenas com a quantidade o ideal é utilizar em torno de uma colher de sopa por refeição.

Vinagre e limão

Com sabor ácido facilita o consumo principalmente de verduras amargas e picantes como rúcula, agrião, almeirão, etc. São ótimas opções pois não acrescentam calorias ao prato. Ao comprar o vinagre dê preferência aos que são de fermentação natural e o melhor para o organismo é o feito à base de maçã. Já o limão prefira espreme-lo na hora, sei que hoje temos marcas que já vendem o limão espremido, porém vem com conservantes, por isso não são recomendados.

Abacate

Rico em vitamina E ajuda a combater o envelhecimento precoce da pele. É muito comum consumir abacate no meio da salada em países como EUA e México. Pode ser consumido picado no meio do vinagrete ou em fatias sob a salada. Sei que brasileiro está acostumado a comer o abacate na versão doce, porém experimente um dia na salada que tenho certeza que vai se surpreender! E lembre-se que o abacate não engorda! O que engorda é o açúcar, leite condensado e achocolatado que adicionamos para fazer o creme/vitamina de abacate. Por isso sempre prefiro na versão salgada!

Proteína em tiras ou desfiada

Pode ser um frango desfiado ou em tiras, fatias de rosbife (o verdadeiro, não o embutido comprado na sessão de frios), carne desfiada, atum, sardinha, ovo cozido, ovo de codorna, tofu picado. A proteína dá uma sensação de saciedade prolongada que somente a salada não dá!

Tomate seco

Super saboroso e alegra qualquer salada, mas cuidado! Muito tomate seco vendido por aí é conservado no óleo vegetal, o que não é uma boa, pois são refinados e ricos em ômega-6, que tem caracter mais inflamatório! O ideal é comprar o tomate conservado em azeite, ou compre o tomate desidratado e coloque em um pote de vidro com azeite extra-virgem, aguarde pelo menos 3 dias antes de consumir, você pode adicionar ervas secas também para saborizar ainda mais o tomate!

Viu como salada não precisa ser somente alface e tomate? Fique atento! Amanhã vou postar algumas combinações de temperos naturais que vão facilitar o consumo da sua salada!

Ficou com alguma dúvida, frustração ou quer desabafar?? Deixe seu comentário!

 

 

Veja também:

9 Comentários em “Como incrementar uma Salada”

  1. Purpurine January 31, 2017 at 8:01 pm #

    Olá Veronica! Td bem? Primeiramente quero agradece-la, suas dicas esta me fazendo ter animo para voltar a comer de forma consciente e saudavel! Obrigada!
    Estou com uma duvida, meses atras fiz a beateira de guardar uma poção de damasco seco em um vidro, ou seja, sem proteção de luz… ele esta bem escuro, estragou? Posso aproveitar para alguma receita?

    Bjoss

  2. Verônica Laino February 1, 2017 at 1:46 pm #

    Olá Purpurine,
    Normalmente a diferença na coloração para escuro (tendendo para um marrom ou preto) se dá pela presença de fungos. Infelizmente ele se estragou e deve ser descartado.
    Um beijo,
    Verônica Laino

  3. jane ribeiro February 2, 2017 at 3:46 pm #

    mas pode tomar preto no jantar depois salala

  4. Verônica Laino February 2, 2017 at 5:46 pm #

    Olá Jane,
    Não entendi seu comentário…

  5. Gislene Tavares March 21, 2017 at 7:49 pm #

    Olá Veronica. Estou 13 kilos acima do meu peso ideal. Já tinha tentado todas as maneiras de emagrecer e desanimava. Encontrei vc e fiquei encantada com Suas receitas e dicas. Estou muito mais animada.. Obrigada de verdade😘😘

  6. Verônica Laino March 22, 2017 at 7:37 pm #

    Olá Gislene,
    Que bom saber que está animada! Vai conseguir reduzir o peso sim!
    Um abraço,
    Verônica Laino

Trackbacks and Pingbacks

  1. Nem tudo que é gelado é Salada… | Nutrição, saúde e qualidade de vida - January 12, 2016

    […] Então se a idéia é ser saudável fique somente com a salada e temperos naturais! Confira aqui 10 opções para incrementar sua salada de forma saudável! Clique AQUI e leia a maté… […]

  2. Desafio – Semana 2 | Nutrição, saúde e qualidade de vida - January 12, 2016

    […] Como incrementar uma salada… 10 opções simples, porém saborosas […]

  3. Molhos Para Salada | Nutrição, saúde e qualidade de vida - December 3, 2016

    […] Quer incrementar a salada de maneira saudável? Clique aqui e confira 10 maneiras de incrementar uma… […]

Deixe seu Comentário