Jejum Intermitente – Mitos e Verdades

21 Nov

Jejum Intermitente Veronica Laino

Muitas pessoas me pedem para opinar sobre o jejum intermitente, então aqui está minha opinião como nutricionista (para quem não sabe… sou nutri desde 2008)

O jejum intermitente é na verdade um jejum programado, que deve ser muito bem orientado por um profissional capacitado para tenha a resposta corporal que desejada.

Para quem é indicado?

O jejum intermitente é capaz de estimular fatores transcricionais envolvidos com a queima de gordura. Então ao fazer o jejum a intenção é estimular o corpo a reduzir gordura de forma diferente do que quando comparado a uma reeducação alimentar! 

É indicado para pessoas que entraram no efeito platô mesmo depois de ter alterado a dieta não vê mais resultado.

Ele não é indicado para pessoas que nunca fizeram dieta e que buscam perder peso pela primeira vez. Para estes pacientes o ideal é uma reeducação alimentar balanceada, sem necessidade de jejum 😉

Por quanto tempo posso fazer o jejum?

A programação do jejum intermitente pode durar de 1 a 2 meses, acima deste período não é indicado manter o jejum, pois o estímulo acaba não sendo tão eficiente.

O jejum pode ter duração de 12 a 24 horas, como um bom protocolo sendo 18 horas. Porém este jejum só deve ser feito de uma a no máximo duas vezes por semana. Normalmente é indicado encaixar o horário do sono dentro deste período de 18 horas e não é indicado atividade física na manhã do jejum, nem caminhada é indicado, viu?

O que comer depois do jejum?

O ideal após o jejum é seguir por um dia uma dieta low carb e nos outros dias que decorrem o ideal é uma dieta de baixa carga glicêmica. Por isso é tão importante a pessoa já estar seguindo um plano alimentar, pois não adianta fazer o jejum intermitente e voltar a dieta comum que te levou ao ganho de peso…

Todos tem resultado?

Infelizmente não! Se o seu organismo estiver muito inflamado a probabilidade é que você não tenha resultado!

Um protocolo bem legal é fazer uma dieta antiinflamatória por 3 meses e então 2 meses de jejum intermitente. Assim você prepara o seu organismo para o jejum sem efeitos colaterais como redução de massa muscular e efeitos indesejados intestinais.

Nenhuma informação deste site substitui uma orientação nutricional! Consulte um nutricionista para um Plano Alimentar Individualizado.

Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário!

 

 

Veja também:

2 Comentários em “Jejum Intermitente – Mitos e Verdades”

  1. Andreza June 15, 2017 at 10:03 pm #

    Como é uma dieta antiinflamatória?

  2. Verônica Laino June 15, 2017 at 10:51 pm #

    Olá Andreza,
    Durante a consulta nutricional é montado um cardápio utilizando muitos alimentos que reduzem a inflamação do corpo!
    Um abraço,
    Verônica Laino

Deixe seu Comentário