Zona de Conforto e Alimentação

30 Jul

Confira um trechinho da matéria que eu fiz para a revista + Saúde & Bem Estar que eu falo sobre zona de conforto:

Sair da zona de conforto nunca é tarefa fácil. Segundo a nutricionista, não basta tentar melhorar: é necessário colocar em prática novas atitudes. “Para mudar hábitos é preciso começar com pequenas mudanças, mas fáceis de concretizar”, adianta. O segredo é escolher uma coisa tão fácil que você consiga fazer diariamente. “Mas faça, não tente, apenas faça”. Depois que virar rotina, a vontade de fazer algo pouco mais difícil surge, gerando um ciclo virtuoso. Por exemplo, se a pessoa consome refrigerante diariamente, passe a consumir seis dias na semana. Quando virar um hábito, diminua para cinco e assim por diante.

A linha-mestra da alimentação é ter conhecimento de que nada é proibido. “Devemos apenas observar qual a frequência e quantidade que podemos consumir os alimentos não saudáveis sem afetar a saúde”, diz.

Para atingir uma alimentação saudável, é preciso priorizar alimentos que a natureza nos oferece, como os legumes, verduras, frutas e grãos integrais. Em compensação, produtos muito industrializados, frituras, bebidas gaseificadas e alcoólicas devem ter seu consumo reduzidos.

Nenhum Comentário ainda

Deixe seu Comentário